Senado aprova indenização de R$ 50 mil a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

1

Senadores aprovaram nesta terça (7) projeto (PL 848/2020) que determina a extensão da validade do receituário médico ou odontológico durante o estado de calamidade pública.

O projeto, já aprovado pela Câmara dos Deputados, segue para sanção do presidente da República. Outro projeto aprovado (PL 1.826/2020) prevê uma indenização de R$ 50 mil, a ser paga pela União, aos profissionais de saúde que se tornarem permanentemente incapacitados por causa de atividades ligadas ao combate à covid-19. Em caso de óbito, o valor será pago aos dependentes.

Os senadores Otto Alencar (PSD-BA), Eliziane Gama (Cidadania-MA) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG) reconheceram o trabalho dedicado de médicos, enfermeiros e demais profissionais envolvidos no combate ao coronavírus e defenderam a aprovação da proposta. Por ter sofrido alterações no Senado, o projeto retorna para nova votação na Câmara. Saiba mais na reportagem da TV Senado.

Fonte: Agência Senado

1 Comentário

  1. João melo

    8 de julho de 2020 em 17:57

    VAI SER UMA FRAUDE AMUADA.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA): Ampliado quadro de horários dos ônibus urbanos; confira!

Com o retorno gradual das atividades comerciais, iniciado na última segunda-feira (27) e c…