Sargento que atirou em filhos durante briga com esposa é expulso da Polícia Militar de Pernambuco

O terceiro sargento da Polícia Militar de Pernambuco, Moisés Francisco de Lima Carvalho, sofreu uma expulsão da corporação no último sábado (2). Ele, no ano de 2018, atirou nos seus dois filhos – matando o mais novo -, durante uma briga com a esposa, no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife. O caso segue na Justiça, onde Moisés é réu na 2ª Vara do Tribunal do Júri na Capital, localizada no bairro da Ilha de Joana Bezerra.

No dia do episódio, o filho mais velho, de 27 anos, foi atingido pelo pai com um disparo de arma de fogo no braço. Já o mais novo, de 24, na barriga, vindo a falecer.

A expulsão de Moisés da corporação foi oficializada no último sábado (2), através de um boletim geral da Secretaria de Defesa Social do Estado, assinado pelo secretário Humberto Freire de Barros.

O ofício se baseou nos autos do processo judicial para apontar os motivos da expulsão, alegando que o homem apresenta “incapacidade de permanecer integrando as fileiras da corporação”.

“A comissão chegou ao entendimento, através de relatório, de que os autos revelaram a prática de condutas que defenestraram a honra pessoal, o pundonor militar e o decoro da classe, razão pela qual, reputa ao respectivo aconselhado a incapacidade de permanecer integrando as fileiras da corporação”, trouxe parte do comunicado.

Fechado para comentários

Veja também

Fogo destrói área de comunidade de fundo de pasto em Casa Nova (BA); Moradores desconfiam de incêndio criminoso

Moradores da comunidade tradicional de fundo de pasto Melancia, no município de Casa Nova …