Santa Cruz do Capibaribe (PE): Quatro homens invadem estúdio de rádio e ameaçam agredir radialista que criticou Bolsonaro

O radialista de uma rádio localizada na cidade de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, foi surpreendido por quatro homens no estúdio após fazer críticas ao Governo Federal diante da política sanitária adotada durante a pandemia do coronavírus.

Júnior Albuquerque, que trabalha há 10 anos na profissão,  disse à reportagem do JC Online que faz um programa opinativo e que incluiu na  pauta as quase 300 mil mortes por covid-19 no Brasil (na época ainda não tinha ultrapassado a marca).

“Eu fiz um comentário opinativo, onde expus que no meu ponto de vista, Hitler não era o único culpado do genocídio que aconteceu na Alemanha, pois quem o apoiou e quem se calou também teve sua parcela de culpa. Assim como no Brasil, em relação à covid-19, os eleitores de Bolsonaro que concordam com a política sanitária que ele vinha fazendo, também iam ter culpa e a história ia dizer isso”.

Junior afirmou que dias antes chegou a dizer que abriria espaço para os defensores do Governo participasse de um debate sobre o assunto, de forma democrática, e dias após foi surpreendido de forma não amigável em seu local de trabalho.  “Eu disse que queria que esse pessoal fosse até a rádio pra gente debater e eles me explicarem o motivo de tanta raiva e também me mostrarem o que foi que o presidente deles fez de bom. Quando foi ontem eles invadiram o estúdio da rádio e me ameaçaram”, finalizou.  (As informações são do JC)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

MPPE recomenda a Petrolândia, Floresta e outros 15 municípios seguir com vacinação de grupos prioritários

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio de Promotorias de Justiça locais, expe…