Representantes dos moradores da rua Rio Poti no bairro José e Maria em Petrolina (PE), estiveram no Programa Edenevaldo Alves na Petrolina FM na manhã desta quinta-feira (05), para denunciar um problema que ocorre  há dois anos  nos hidrômetro instalados nas  residência.

Segundo uma moradora, o relógio dispara com a passagem de vento e o valor da conta é absurda. “As contas são de R$ 200 pra lá, a gente não aguenta mais”, disparou.

Ela disse, ainda, que a comunidade precisa tirar do bolso as despesas para a manutenção dos equipamentos que quebram por conta da força do vento. ” Quem arca com as despesas somos nós”, lamentou.

1 Comentário

  1. mAKSONSENA

    6 de dezembro de 2019 em 10:49

    devia instalar aqui no vila rotary minha casa tods os dias falta aqua

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Leitora faz denúncia grave de maus-tratos contra cachorros; veja o vídeo

Cerca de sete cachorros  estão  sofrendo  maus-tratos e em situação precária de cuidados b…