Deflagradas cinco operações simultâneas em Permanbuco contra suspeitos de tráfico e homicídios

0

A Polícia Civil deflagrou cinco operações simultâneas nesta quinta-feira (27). A ação, denominada Pernambuco pela Paz, cumpre ao todo 33 mandados de prisão e 27 mandados de busca e apreensão domiciliar no Recife, na Região Metropolitana do Recife (RMR) e no Agreste do Estado.

O objetivo é prender suspeitos de organizações criminosas voltadas para crimes de homicídios, tráfico de drogas e comércio ilegal de armas de fogo. Quatro das operações, a Miracles II, a Golden Ball, a Beach e Ália, foram realizadas no Recife e RMR. Nestas ações estão sendo cumpridos 28 mandados de prisão.

Os outros cinco mandados estão sendo executados em Caruaru, no Agreste, na operação “Sprint Final”. Nessa operação estão sendo cumpridos cinco mandados de prisão e nove mandados de busca e apreensão domiciliar com o objetivo de prender integrantes de organizações criminosas, voltadas para a prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. As investigações começaram em janeiro e os mandatos foram expedidos pela Vara Criminal da Comarca de Caruaru.

Na operação “Miracles II”, estão sendo cumpridos cinco mandados de prisão e sete mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pelo Vara Criminal da Comarca de Recife. A investigação começou em junho deste ano e tem o objetivo de prender integrantes de uma associação criminosa, voltada para a prática dos crimes de homicídio, tráfico de drogas, comércio ilegal de armas de fogo e organização criminosa.

O delegado e chefe da Polícia Civil, Joselito Kehrle, destacou a operação Miracles II, que ocorre na comunidade dos Milages, no Bairro do Ibura. Ele destaca que a região ainda sofre influência de uma organização criminosa que tentava ampliar a área de comercialização das drogas e, não raras vezes, realizava homicídios. “Então para estancar esses homicídios é preciso combater sua maior motivação, daí o porque de a operação ter como foco, também, o tráfico.”

Na operação “Golden Ball”, estão sendo cumpridos oito mandados de prisão e três mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pela Comarca do Recife. A investigação começou em junho deste ano com objetivo de prender integrantes de uma associação criminosa, voltada para a prática dos crimes de homicídio, tráfico de drogas, comércio ilegal de armas de fogo e organização criminosa.

A Operação “Beach”, tem o objetivo de prender integrantes de uma associação criminosa, voltada para a prática dos crimes de homicídio, tráfico de drogas, comércio ilegal de armas de fogo e organização criminosa. A investigação começou em junho deste ano e estão sendo cumpridos cinco mandados de prisão e quatro mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pela Comarca do Recife. A operação está vinculada à Diretoria Integrada Metropolitana – DIM, sob a presidência do Delegado Ivaldo Pereira.

Na operação denominada “Ália”, estão sendo cumpridos dez mandados de prisão e quatro mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pela Comarca do Recife. A operação está vinculada à Diretoria Integrada Especializada – DIRESP, e está sob a responsabilidade do Delegado Diego Acioli. A investigação começou em fevereiro de 2018, com objetivo de prender integrantes de uma Organização Criminosa, voltada para a prática dos crimes de homicídio, tráfico e associação ao tráfico de drogas.

Ainda de acordo com Joselito, alguns dos mandados de prisão já foram cumpridos porque os suspeitos já se encontravam no sistema penitenciário. Os detalhes destas cinco operações serão divulgados amanhã durante coletiva na sede da Polícia Civil. (Folha PE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Igreja Congregação Cristã do Brasil de Lagoa Grande (PE) é apedrejada

Membros da Igreja Congregação Cristã do Brasil, em Lagoa Grande (PE) afirmam terem visto R…