Coronavírus: “Não podemos diminuir o prazo de quarentena”, afirma prefeito de Petrolina (PE)

1

O prefeito Miguel Miguel Coelho reconhece a crise que passa a cidade por conta do coronavírus, principalmente em relação ao comércio, mas reafirmou que é preciso respeitar o isolamento.

“É um cenário muito dinâmico e temos que ter cuidado, não podemos diminuir quarentena aqui na cidade”, enfatizou.

De acordo com o gestor, o governo federal já está anunciando medidas para que muitas categorias não fiquem sem emprego.

1 Comentário

  1. Ademar Fernandes Araujo

    27 de março de 2020 em 10:13

    A quarentena na minha opinião tem que ser feita para as pessoas idosas que são as mais vulneráveis, o comércio,as repartições, bancos e indústria tem que voltar a funcionar normalmente para que possa a cidade, o estado e o país, gerar riqueza e comida para o povo brasileiro, principalmente os mais pobres que vivem do salário ou estão desempregados e aqueles autônomos.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Dormentes (PE): Prefeitura inicia nova fase de enfrentamento a covid-19

A Prefeitura de Dormentes iniciou nesta quarta-feira (15) uma nova fase no enfrentamento a…