Caso Beatriz: Lucinha afirma que investigação particular não é ilegal. “Tudo que a gente consegue, a gente compartilha com a polícia”, assegurou

0

Em entrevista na manhã desta segunda-feira (21), ao Programa Edenevaldo Alves, Lucinha Mota afirmou que a investigação particular, contratada pela família, para apurar o suposto envolvimento de agentes públicos no Caso Beatriz não é ilegal.

“A nossa investigação paralela não é ilegal, muito pelo contrário, porque tudo que a gente consegue, a gente compartilha com a polícia. Lógico, tem algumas coisas, como a do perito, que eu não compartilhei. Eu jamais iria levar uma informação da polícia para dentro da polícia. Primeiro eu fui me munir, fui atrás das provas, para depois eu procurar a polícia como eu fiz agora”.

Lucinha salientou que deu publicidade ao caso porque conseguiu fotos do perito dentro do Colégio Maria Auxiliadora e que o mesmo não estava a serviço da Polícia Civil. “Eu tenho provas de que ele estava dentro do Colégio Maria Auxiliadora produzindo um plano de segurança […] ele não podia fazer isso”, assegurou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

PRF reforça fiscalização nas rodovias federais de Pernambuco durante feriado de Finados

Ações de fiscalização e combate ao crime nas rodovias estaduais acontecem a partir desta s…