Caso Beatriz: Abaixo-assinado deverá ser entregue ao Governador Paulo Câmara pedindo a elucidação do crime

2

assinatura

Um grupo de pessoas que criaram o grupo “Beatriz Clama por Justiça” no whatsapp, está elaborando um abaixo-assinado para pedir às autoridades uma resposta sobre o caso do crime bárbaro que até hoje deixa a população chocada pela forma que ele aconteceu.

O documento deverá ser entregue na próxima segunda-feira (18), data em que provavelmente o governador Paulo Câmara estará em Petrolina acompanhando o início do cadastramento do Programa Chapéu e Palha. Eles pedem que Câmara realize uma força-tarefa pra ajudar na elucidação do crime. Acompanhe abaixo o que diz o documento:

“Nós, abaixo assinados, solicitamos ao Governador do Estado de Pernambuco, o envio de uma força tarefa da capital, de especialistas na área criminal, e todos os esforços necessários para Petrolina, com o objetivo de ajudar as autoridades locais de segurança, na investigação e elucidação do crime que abalou a cidade, como também o Estado, ocorrido no dia 10 de dezembro de 2015, dentro de uma das instituições de ensino mais tradicionais e antigas de do Vale do São Francisco, o assassinato brutal da menina Beatriz Angélica Mota, de apenas 7 anos de idade. Confiantes de que nosso pleito será atendido, esperamos ansiosos por Justiça”.

O abaixo-assinado é online e você pode registrar sua assinatura clicando aqui.

2 Comentários

  1. Marcio. Oliveira

    14 de janeiro de 2016 em 05:59

    Muito importante mas queria saber qm esta a frente desse abaixo assinado pois a minha umilde consepsao qm deveria estar a frente era o pai e a mae da criança….. E queria saber se pelo menos o nome do pai e da mae estao no meio dessa solicitaçao

    Responder

  2. Sirlene oliveira Alves

    14 de janeiro de 2016 em 08:31

    Não podemos deixar que esse crime caia no esquecimento como tantos outros. O que está acontecendo que silêncio é esse?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pernambuco investiga dez suspeitas de reinfecção da Covid-19

Dez casos suspeitos de reinfecção pelo coronavírus Sars-CoV-2 são investigados em Pernambu…