YouTube derruba live de Bolsonaro após violação de diretrizes; canal é suspenso por uma semana

A plataforma de compartilhamento de vídeos Youtube derrubou na segunda-feira (25), uma live do Presidente Bolsonaro e suspendeu o canal por uma semana. De acordo com a empresa, o presidente violou as diretrizes de desinformação médica  após   associar a vacina contra a Covid-19 à Aids na live da última quinta (21). 

“Removemos um vídeo do canal de Jair Bolsonaro por violar as nossas diretrizes de desinformação médica sobre a covid-19 ao alegar que as vacinas não reduzem o risco de contrair a doença e que causam outras doenças infecciosas (…) As nossas diretrizes estão de acordo com a orientação das autoridades de saúde locais e globais, e atualizamos as nossas políticas à medida que a orientação muda. Aplicamos as nossas políticas de forma consistente em toda a plataforma, independentemente de quem for o criador ou de sua opinião política”, diz a nota.

De acordo com a empresa, essa é a segunda vez que Bolsonaro viola as diretrizes da plataforma.  Caso o presidente    infrinja novamente as regras, não poderá publicar conteúdos por 14 dias.  Se o fato se repetir dentro de 90 dias, o canal será removido permanentemente.

A live do presidente também foi removida do  Facebook e Instagram  na segunda-feira (25), pelo mesmo motivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Defesa Civil alerta população para a possibilidade de chuva forte em Juazeiro (BA)

A Defesa Civil de Juazeiro informa a população sobre a possibilidade de chuvas fortes no m…