Vigilância Sanitária apreende mais de 30 quilos de carne clandestina na feira da Areia Branca em Petrolina (PE)

Após receber denúncias anônimas nesta terça-feira (7), uma equipe da Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS) se deslocou até a feira livre do bairro Areia Branca. De acordo com o denunciante, uma feirante estava vendendo carne de forma clandestina, sem ter passado pelas recomendações sanitárias determinadas em Petrolina. Os fiscais apreenderam 34 quilos da proteína que não estava sendo comercializada de forma correta.

De acordo com o diretor-presidente da Vigilância Sanitária, Marcelo Gama, todos precisam seguir os procedimentos legais. “Desde a reabertura do Matadouro Municipal, os vendedores de carne devem seguir a recomendação correta de abate. As carnes devem estar com selo municipal para serem comercializadas. Não seguir as determinações básicas implica em multas e apreensão do produto”, reforça Marcelo Gama.

A carne apreendida será doada para o zoológico do 72º Batalhão de Infantaria Motorizado. A comerciante irá passar por uma abertura de processo administrativo sanitário. O procedimento deve gerar uma multa, mas o valor ainda não foi definido. A AMSV disponibiliza o telefone 156, da Ouvidoria Municipal, para denúncias e reclamações. O contato funciona de segunda a sexta-feira, em horário comercial.

Fechado para comentários

Veja também

Guarda Municipal de Juazeiro (BA) evita homicídio de adolescente e prende suspeito em flagrante

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Juazeiro segue forte em sua atuação e evitou um homicídi…