‘Tomar vacina contra Covid-19 uma vez por ano é melhor que doses de reforço’, diz presidente da Pfizer

O presidente-executivo da Pfizer, Albert Bourla, declarou, que seria preferível uma vacina anual contra a Covid-19 a frequentes doses de reforço no enfrentamento à pandemia da Covid-19. “Este não será um bom cenário. O que eu espero (é) que tenhamos uma vacina que você terá que fazer uma vez por ano”, disse Bourla, em entrevista ao N12 News, de Israel.

Com o aumento dos casos, alguns países intensificaram as campanhas para as doses de reforço ou diminuíram o intervalo entre as aplicações para tentar conter a disseminação da variante ômicron, altamente contagiosa e predominante na maioria dos países. “ Uma vez por ano, é mais fácil convencer as pessoas a fazê-lo. É mais fácil para as pessoas lembrarem. Então, do ponto de vista da saúde pública, é uma situação ideal. Estamos procurando ver se podemos criar uma vacina que cubra a ômicron e não esqueça as outras variantes. Isso pode ser uma solução”, acrescentou Bourla.

A vacina da Pfizer/BioNtech se mostrou eficaz contra o desenvolvimento de doenças graves e óbitos provocados pela nova cepa, mas menos eficaz na prevenção da transmissão. Bourla disse ainda que a farmacêutica está pronta para solicitar a aprovação de uma vacina adaptada para combater a ômicron. Caso seja aprovada, a ideia é produzi-la em grande escala até março deste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Até o momento, não há notificação de casos suspeitos da varíola dos macacos no Brasil

O Ministério da Saúde criou uma sala de situação para monitorar o cenário da varíola dos m…