TCE-PE julga ilegais contratações da gestão municipal em Ouricuri (PE) e prefeito é multado

O Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) julgou ilegais cerca de 270 contratações temporárias da Prefeitura de Ouricuri (PE).

Mediante o Acórdão T.C. Nº 54 /2022, a Segunda Câmara do tribunal considerou à unanimidade que houve violação à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), a ausência de justificativa para a realização de contratações temporárias e a não realização de seleção pública, a realização de contratações indevidas para funções de direção, chefia e assessoramento e a contratação de temporários para funções em que existem aprovados em concurso público esperando nomeação.

Foi aplicada multa individual ao prefeito Francisco Ricardo Soares Ramos; à Secretária de Assistência Social, Ana Karoline Batista Ramos; e à Secretária de Educação, Francisca Eliane Guedes da Silva, à razão de 10% do teto legal, correspondente a R$ 9.183,00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Lideranças da Mata Norte se reúnem em Paudalho (PE) para reforçar apoio a Miguel Coelho

O ex-prefeito de Paudalho, José Pereira, organizou, nesta sexta (27), um encontro com alia…