Secretário de Saúde de São José do Egito (PE) é alvo de críticas após receber vacina contra covid-19; prefeitura esclarece

Após o Secretário de Saúde do município de São José do Egito, no Sertão de Pernambuco, Paulo Jucá, ter tomado  a  vacina contra a covid-19, denúncias sobre supostos casos de “fura-fila” voltaram a repercutir durante a primeira etapa de vacinação que prioriza, apenas, profissionais de saúde que estejam atuando na linha de frente, idosos acima de 75 anos, idosos acima de 60 que morem em instituições de longa permanência e população indígena  aldeada.

De acordo com a nota de esclarecimento da prefeitura, o secretário  é dentista e esteve todo momento na linha de frente do combate à covid-19. “Todos os profissionais foram mobilizados para atuar na linha de frente, seja no atendimento do hospital ou  nas unidades de saúde, como também em barreiras sanitárias e trabalho de orientação seja nas ruas, feiras e locais de grande circulação de pessoas”.

A prefeitura também reforçou que a decisão não foi unilateral, mas que “houve consenso e escolha dos próprios profissionais pelo risco de reinfecção e para reforçar a importância da vacinação, fazendo dele como nome de linha de frente, exemplo para os demais profissionais e cidadãos que necessitam da vacina, no combate do negacionismo dos setores da sociedade”, frisou.

São José do Egito  recebeu neste primeiro lote enviado pelo Governo Federal, 540 doses destinadas apenas para a imunização  do grupo prioritário. Diante da situação, a Secretaria Estadual de Saúde afirmou ter acionado o Ministério Público de Pernambuco  para averiguar possíveis irregularidades. Já o MPPE, informou, por meio de nota, que foi alinhado alguns encaminhamentos com a secretaria  de saúde, entre eles o de garantir a vacina aos grupos prioritários.

da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Atos litúrgicos poderão continuar sendo realizados com lotação máxima de 30% da capacidade em Juazeiro (BA)

Continuam suspensos eventos e atividades, independentemente do número de participantes, qu…