Prefeito de Remanso (BA) é condenado a sete anos de prisão por apropriação indébita, diz justiça

A justiça condenou o prefeito de Remanso (BA),  José Clementino de Carvalho ‘Zé Filho’  pelo  desvio de mais de R$ 6 milhões (atualizados em 2015), que foram descontados dos funcionários entre janeiro de 2005 a abril de 2007.

De acordo com a denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal,  o gestor deixou de repassar, à Previdência Social, valores de contribuições efetivamente descontadas dos funcionários públicos e dos contribuintes individuais que prestaram serviços ao ente municipal.

O juiz Federal Titular da Subseção Judiciária de Juazeiro (BA), Wagner Mota Alves,  condenou Zé Filho com pena fixada definitivamente em 07 (sete) anos e 08 (oito) meses de reclusão e 36 dias-multa em regime semiaberto.  A sentença é de 18 de março de 2020.

Confira a sentença : AQUI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

MPPE recomenda a Petrolândia, Floresta e outros 15 municípios seguir com vacinação de grupos prioritários

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio de Promotorias de Justiça locais, expe…