Prazo para pedido de ligação provisória para o São João está chegando ao fim, comunica Neoenergia

A cerca de dez dias para o São João, a Neoenergia Pernambuco reforça o alerta de segurança para gestores públicos, organizadores de festas e comerciantes (barracas de fogos de artifício, alimentos e bebidas) para importância do uso das ligações provisórias de energia elétrica. O prazo para o atendimento à solicitação é de até cinco dias úteis. Desta forma, é importante que os interessados façam logo a solicitação à distribuidora.

No início deste mês de junho, a Neoenergia enviou um comunicado eletrônico para todas as prefeituras do Estado lembrando que a instalação de luzes festivas, montagem de barracas, tendas, palcos e outros itens que usam energia elétrica exigem cuidados especiais. Também foi feita a orientação de como solicitar a ligação provisória em tempo hábil para o evento.

“O São João é uma festa que reúne milhares de pessoas, em vários locais do Estado. Por isso, o cuidado com a ligação provisória deve ser redobrado, pois garante não apenas o fornecimento de qualidade, como a segurança de todos. A ligação clandestina, além de crime, representa risco para quem faz e para quem está próximo, além de comprometer o fornecimento de energia”, alerta André Tavares, gerente operacional da Neoenergia Pernambuco.

É importante deixar claro que, por questão de segurança, não é possível fazer ligações provisórias de cargas móveis em carroças, vans e caminhões. Ligações clandestinas que porventura forem identificadas nos locais de festas serão retiradas imediatamente pelas equipes técnicas. Os valores consumidos serão cobrados retroativamente e o infrator pode responder judicialmente por furto de energia.

Como solicitar a ligação provisória:

As solicitações podem ser feitas pelo nosso canal WhatsApp (81) 3217.6990, nas lojas de atendimento ou na rede credenciada da Neoenergia Pernambuco espalhada por todo o Estado. O pedido precisa ser realizado com antecedência de, pelo menos, cinco dias úteis do início da utilização do fornecimento da energia elétrica.

Os interessados devem apresentar os seguintes documentos:

• Alvará de funcionamento emitido pela prefeitura ou órgão responsável, em locais públicos;

• Contrato de locação em casos de local particular ou documento de propriedade;

• Cópia do contrato social ou requerimento de empresário (se pessoa jurídica);

• RG e CPF.

Ao declarar informações como a carga a ser utilizada e o período de uso da energia, o cliente receberá uma “Fatura de Caução” e “taxa de serviço” que poderá ser paga no ato do atendimento por meio de cartão de débito ou na rede bancária, e deverá reapresentada paga no atendimento para liberação da ligação.

Ao ser feito o pedido, o “padrão de entrada” deverá estar pronto para receber a ligação provisória de energia.

Fechado para comentários

Veja também

Tribunal de Contas  aprova, com recomendações, contas da Secretaria de Saúde da Bahia

O Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) aprovou prestação de contas da Secretaria…