Polícia investiga causas do incêndio que destruiu 150 veículos em Santo Amaro

0

Equipes do Instituto de Criminalística de Pernambuco (IC/PE) estiveram na manhã desta quarta-feira (13) no galpão utilizado pela Secretaria de Defesa Social (SDS), que foi atingido por um incêndio na noite dessa terça-feira (12), no bairro de Santo Amaro, região central do Recife. Cerca de 150 veículos que estavam estacionados na área foram atingidos pelas chamas.

Os peritos chegaram ao local às 8h desta quarta-feira (13) para tentar determinar as causas do incêndio que começou por volta das 21h da terça e só foi contido duas horas depois por 35 agentes do Corpo de Bombeiros que precisam usar cerca de 130 mil litros de água para conter as chamas. Ninguém ficou ferido.

Após uma hora de trabalho, os peritos deixaram o galpão e informaram que as análises ainda são inconclusivas. “Foram solicitadas imagens das câmeras de segurança do local, e o IC aguarda essas imagens para dar continuidade à perícia”, contou o perito Fernando Luiz.

Na manhã que sucedeu o incêndio, o local atingido já não tinha fumaça aparente. Parte dos carros armazenados no local foram carbonizados.

Localizada ao lado do foco do incêndio, a Escola Municipal General Emídio Dantas Barreto, que atende cerca de 300 alunos de ensino infantil, fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA), cancelou as aulas previstas para a manhã desta quarta-feira.

Segundo a diretora da instituição de ensino, Sandra Marques, as atividades da escola já haviam sido encerradas quando o incêndio começou. “Corremos um risco. Não tínhamos como prever se as chamas seriam contidas e se atingiriam a escola. Vamos solicitar uma vistoria do Corpo de Bombeiros para garantir que não há risco de novos acidentes”, disse a diretora.

A dona de casa Cristiane Cordeiro, que levou os filhos de 10 e 8 anos à escola, foi avisada na portaria que não haveria expediente. “Meus filhos têm asma, portanto, o cancelamento das aulas foi uma boa decisão”, afirmou. “É melhor suspender as aulas do que expor os alunos à fuligem e a fumaça”, completou a dona de casa.

O depósito utilizado pela SDS, também serve como estacionamento para os funcionários do Ministério Público (MPPE), que gerenciaria o local. O terreno, que já foi o prédio da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), deverá sediar as novas instalações do MPPE, em um acordo firmado desde 2016.

Segundo a Polícia Civil de Pernambuco (PC/PE), que investiga o caso, no terreno onde ocorreu o incêndio está instalado o Centro de Reaparelhamento da SDS, onde são armazenados veículos apreendidos que estavam no depósito do antigo prédio da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (Depatri).

Ainda de acordo com a PC, o caso ficará a cargo do delegado Derivaldo Lira Falcão, do Depatri, e dois guardas patrimoniais já foram ouvidos até o momento. A PCPE informou ainda que se pronunciará em momento oportuno. (Folha PE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Confusão entre homem e dois travestis vai parar na delegacia em Juazeiro (BA)

Nesta quarta-feira (27), uma equipe da Guarda Civil Municipal (GCM) de Juazeiro (BA)estava…