Polícia Federal prende Sara Winter, ativista do movimento 300 do Brasil

A líder do acampamento Pró-Bolsonaro, Sara Winter, foi presa nesta segunda-feira (15), pela Polícia Federal em Brasília. O mandado de prisão foi expedido pelo Ministro Alexandre de Moraes.

Segundo a assessoria da jovem, ela foi presa por conta de uma investigação sobre financiamento de protestos antidemocráticos. Sara é apontada por chefiar o grupo conhecido como  “300 do Brasil” que, segundo investigações,  fazia ameaças ao Congresso e ao Supremo.

“Sara Winter foi presa por conta de uma investigação sobre financiamento de protestos antidemocráticos. Isso mesmo, as manifestações onde idosos, crianças, deficientes, mulheres participavam em apoio ao PR @jairbolsonaro é a tal manifestação ‘antidemocrática'”, diz a assessoria de Sara.

Redação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA) registra três óbitos e 59 novos casos da Covid-19 nesta terça (11)

De acordo com o levantamento, 14.011 moradores foram infectados desde o início da pandemia…