Petrolina (PE): Tradicional Jecana do Capim atrai turistas e é sucesso de público

Depois de dois anos sem a tradicional Jecana do Capim, na zona rural de Petrolina, sucesso é a palavra certa para definir a 49º edição. Foram três dias intensos de muito forró e momentos culturais ao promover o tradicional ‘Jegue Fashion’ e as famosas corridas de jegues e burros. A Jecana, evento integrante do melhor São João do Brasil, começou na sexta-feira (10), com a missa na igreja católica local e terminou neste domingo (12), com uma programação variada incluindo o torneio de futebol e shows musicais.

O evento atraiu umas 22 mil pessoas advindas tanto de Petrolina quanto de municípios circunvizinhos, que aproveitaram diversos momentos desde o sábado (11), com o torneio de futebol e à noite foi a vez de curtirem os shows de Adãozinho de Rajada e Sérgio do Forró.

Já no domingo (12), a arena de competição recebeu o público que ficou encantado pelo irreverente desfile de jegues ornamentados, ‘Jegue Fashion’. O ‘Criador da Jecana’ de Petrolina, garantiu a primeira colocação. Em segundo lugar, foi a vez da ‘Rainha do Milho’, de Petrolina; e na terceira posição, ‘Rei do Capim’, do Capim.

Na ‘Corrida de Jegue’, a primeira e a segunda colocação ficou para cidade de Zabelê/PB, com os jegues ‘Tira Teima’ e ‘Raio da Filipina’. Já a terceira colocação foi garantida para cidade de Serra Talhada, com o jegue ‘Cartucho’; o quarto lugar com o animal ‘Foguetinho’, de Sumé/PB; o quinto lugar ficou para ‘Império’, de Dormentes/PE e o sexto lugar para o animal ‘Poeira’, da cidade de Zabelê/PB.

Já na corrida de burro, o primeiro lugar ficou com o animal ‘Negão do WhatsApp’ de Petrolina/PE. O segundo lugar foi garantido ‘Negona’, de Congu/PB; o terceiro lugar para ‘Rosinha’, de Jataúba/PE e o quarto lugar foi a vez de ‘Treme Treme’/ PE.

O prefeito Simão Durando ressaltou a importância cultural do evento que consolida a cultura sertaneja e faz parte do ciclo junino da cidade. “É uma alegria estar nessa edição da Jecana, após dois anos. Uma tradição que integra a memória do povo da caatinga, sendo um sucesso e isso dá alegria, movimenta o comércio local do Capim e de toda essa região próxima”, destacou.

Depois de muita corrida e até desfile, foi a hora de arrastar a chinela e fazer a poeira subir com o Forró do Poeirão’, com as atrações Henrique Nunes, Ranieri, Edy e Natthan fizeram o encerramento da festa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Plantio de mudas dá início a projeto para recuperação da nascente do Munduri em Jaguarari (BA)

O plantio de mil mudas de árvores nativas da Caatinga, marcou no último sábado (02), no mu…