Petrolina (PE) será a primeira cidade do nordeste a receber método para combater arboviroses

O município de Petrolina (PE), será a primeira cidade do nordeste a receber o método Wolbachia. A iniciativa consiste na liberação do Aedes aegypti com a bactéria  natural Wolbachia que  impede o mosquito a transmitir o vírus da dengue, zika e Chikungunya.

De acordo com  a Gerente de projetos da World Mosquito Program, responsável pela implementação em Petrolina,  essa  bactéria   não trás riscos à saúde humana e já vive em cerca de 60% dos insetos. Segundo Érica Canavitsas, quando a Wolbachia está no Aedes aegypti,  contribui para que o vírus  não se desenvolva bem dentro do mosquito, além de substituir  toda a população do Aedes aegypti  para reduzir os casos de infecção das doenças.

Érica afirmou que o projeto da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)  em parceria com Ministério da Saúde e Governos Estaduais e Municipais  está selecionando biomas diferentes, e Petrolina, localizada no semiárido brasileiro,  foi  a primeira cidade do nordeste a receber o método.

“Os agentes de  combate a endemias do município estão sendo capacitados para iniciar as atividades de liberação e na sequência de monitoramento nos mosquitos (…) esse método é um aliado da população no combate a dengue, zika e Chikungunya e  todos os cuidados que nós já realizamos em nossa casa  e pela prefeitura tem que continuar”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Em Petrolina (PE), a previsão do tempo é de sol com algumas nuvens nesta quinta-feira (05)

De acordo com o Clima Tempo, esta quinta-feira (05) será de sol com algumas nuvens no muní…