Petrolina (PE): Comissões da Câmara Municipal  promovem debate sobre medidas de segurança em relação ao convívio com cães da raça Pitbull

A Câmara de Vereadores de Petrolina (PE) realizou um encontro para discutir medidas de prevenção de acidentes e trazer informações a respeito da criação responsável de cães da raça Pitbull.

O presidente das duas comissões, Wenderson Batista, abriu a reunião falando sobre a importância de conscientizar os criadores a respeito do cumprimento da legislação já existente. “Esta Casa Legislativa está cumprindo o seu papel de trazer informações e solicitar a aplicação das leis em vigor. Atualmente, cerca de 30 leis, incluindo federais, estaduais e municipais, tratam sobre este assunto e precisam ser cumpridas,” declarou o vereador.

Durante o encontro, 13 vereadores estiveram presentes e apresentaram questões sobre o tema. Participaram ainda Alex Barbosa criador de cães da raça há 25 anos e Péricles Mateus, também criador de Pitbull. Na oportunidade, a vereadora Maria Elena falou sobre a importância de seguir a legislação. “Temos uma legislação que está sendo aprimorada, mas que já existe, os donos devem cumprir a lei. Cabe à prefeitura conversar com os criadores no sentido de orientar sobre o trânsito desses animais em locais públicos. Nosso papel é cobrar medidas em relação a esse assunto,” ressaltou.

O criador e estudioso do tema, Alex Barbosa declarou que Pitbulls não são agressivos. “O Pitbull não é um cão agressivo ou feroz, isso depende da educação que o dono oferece ao animal. Nós, inclusive, fazemos atividades para que eles gastem energia e fiquem mais tranquilos no dia a dia”. O criador Péricles Mateus reforçou a fala de Alex afirmando que seu animal é dócil e sempre conviveu em família sem oferecer riscos para as pessoas.

O presidente da Comissão de Saúde, César Durando, também participou do encontro e sugeriu alternativas. “Acredito que seja necessário realizar uma campanha massiva de conscientização. Os donos desses animais precisam estar cientes do que é permitido ou não para que a convivência seja segura para todos. Fico feliz com a realização deste debate, pois é dever da Câmara dar uma resposta à sociedade sobre este tema.”

O vereador Manoel da Acosap afirmou que a Secretaria de Saúde do Município já realiza o cadastro desses animais e que é necessária a união dos órgãos responsáveis para que outras medidas sejam tomadas. Ao final da reunião, o vereador Wenderson Batista afirmou que serão realizados mais dois encontros, sendo o próximo com a presença de representantes dos demais órgãos públicos envolvidos. “A discussão é ampla e envolve diversas áreas, esperamos que a interpretação seja positiva,” disse.

O debate ocorreu na manhã de segunda-feira (25), por meio da Comissão de Justiça, Redação e Legislação Participativa e da Comissão de Defesa e Proteção da Causa Animal, no Salão de Eventos da Câmara Municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pernambuco registra 450 novos casos e seis mortes por Covid-19 nas últimas 24h

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) registrou, nesta quarta-feira (8), s…