Pesquisa Folha/Ipespe: 88% aprovam a gestão do prefeito de Petrolina (PE), Miguel Coelho

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (DEM), tem a sua administração aprovada por 88% da população do município sertanejo. É o que aponta uma pesquisa realizada em parceria entre a Folha de Pernambuco e o Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe). De acordo com o levantamento, o prefeito possui altos patamares de aprovação em todos extratos sociais analisados. Entre gêneros, o maior percentual de aprovação é de 91%, entre pessoas do gênero masculino.

No feminino, o patamar é de 85%. Nas faixas etárias, a aprovação também é ampla, com destaque para as pessoas entre 25 e 44 anos, entre as quais Miguel é aprovado por 91%. Observando o grau de instrução dos entrevistados, o prefeito possui 91% de aprovação entre pessoas que estudaram até o ensino médio e 88% entre os que cursaram o ensino superior. Já levando em conta a renda familiar, Miguel é aprovado por 94% das pessoas que têm renda familiar de dois a cinco salários mínimos por mês, e por 92% das que têm renda mensal superior a cinco salários mínimos.

O percentual de desaprovação do prefeito é de apenas 9%. Outros 3% dos entrevistados não responderam ou não souberam opinar.

Bem avaliado em todos os extratos

Ainda de acordo com o levantamento, 78% dos entrevistados consideram a gestão de Miguel Coelho ótima ou boa. Outros 16% a consideram regular e apenas 4% consideram a gestão ruim ou péssima. O prefeito, que está em seu segundo mandato, tem a gestão considerada ótima ou boa por 78% das pessoas do gênero masculino e feminino. Já nas faixas etárias, o prefeito tem uma percepção positiva mais ampla entre pessoas de 60 anos ou mais, com percentual de 81% de ótimo ou bom. A porcentagem é igualmente significativa nas faixas etárias de 16 a 24 anos e de 25 a 44 anos, ambas com 80% de ótimo ou bom. Levando em consideração o grau de instrução dos entrevistados, o cenário é similar. O maior percentual, 80%, encontra-se entre as pessoas que estudaram até o ensino médio.

Entre os que possuem o ensino superior completo e os que estudaram até o ensino fundamental, 76% consideram a gestão de Miguel Coelho ótima ou boa. Quando observada a renda familiar, o percentual de mais destaque, 81%, foi aferido na população que tem entre dois e cinco salários mínimos de renda familiar mensal. Entre as famílias que recebem até dois salários mínimos por mês, assim como entre as que ganham mais de cinco salários mínimos, o percentual de ótimo ou bom de Miguel é de 77%.

Metodologia da pesquisa

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo PE-05753/2022 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR-05162/2022. A pesquisa foi realizada entre os dias 21 e 22 de janeiro. Foi extraída aleatoriamente a amostra de 500 entrevistados, representativa do eleitorado de Petrolina. Foram definidas cotas de sexo, idade e localidade e controle de instrução. Foram realizadas por entrevistas pessoais, nas quais é aplicado um questionário estruturado. A margem de erro  é de 4,5 pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95,45%.  (folhape)

Pesquisa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Ministério da Saúde investiga 58 casos de hepatite infantil misteriosa

O Ministério da Saúde informou que o número de casos suspeitos de hepatite misteriosa no B…