Pernambuco registra mais de 18 mil denúncias por violação de medidas contra coronavírus

0

Desde 18 de março, o Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) recebe ligações que trazem queixas por comércio aberto e aglomeração de pessoas, entre outras irregularidades. Informações passadas pelo telefone 190 ajudam a Secretaria de Defesa Social a coordenar atuação da PMPE, PCPE, Polícia Científica e Corpo de Bombeiros. O objetivo é garantir o cumprimento dos decretos do Governo de Pernambuco que determinam medidas preventivas contra a epidemia de Covid-19

CICCR CORONAVIRUS 03.04.2020 1O Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS) alcançou, na última quinta-feira (03/04), a marca de 18.872 denúncias recebidas por descumprimento de medidas preventivas ao novo coronavírus no Estado. As ligações para o telefone 190 são atendidas 24 horas por dia, por uma equipe composta por profissionais das Polícias Científica, Civil (PCPE) e Militar (PMPE) e do Corpo de Bombeiros Militar (CBMPE), em parceria com a Guarda Civil Municipal do Recife. Reclamações por reuniões acima de dez pessoas, lojas abertas e restaurantes que recebem público são as mais frequentes desde 18 de março, quando o CICCR foi ativado para coordenar as ações de segurança pública no combate ao novo coronavírus.

A maior parte das queixas dirigidas ao 190 diz respeito à aglomeração acima do máximo de 10 pessoas, como preconiza o Decreto Estadual nº 48.837, de 23 de março. Foram 7.654, o que representa 40,5% do total de denúncias. A segunda maior razão para as ligações ao 190 foi a abertura do comércio, com 4.377 reclamações registradas (23,1% do total). Em terceiro lugar apareceram os bares, restaurantes e similares que transgrediram o Decreto 48.832. Por essa normativa, desde 21 de março esse tipo de estabelecimento apenas é autorizado a realizar entregas e funcionar como ponto de coleta, sem poder receber clientes para consumo no local. Houve ainda denúncias sobre funcionamento de templos religiosos (461), áreas de lazer (306) e eventos (106), entre outros. (Sds)

Com base nessas informações, o CICCR coordena as forças de segurança pública de Pernambuco, que fiscalizam a observância às medidas de isolamento social estipuladas pelo Governo de Pernambuco. Elas são essenciais para conter o ritmo de contágio da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

“Confiamos em que a população se conscientize cada dia mais sobre a necessidade de ficar em casa. É a partir desse autoisolamento social que evitamos a contaminação, permitindo que as autoridades sanitárias possam preparar melhor as unidades de saúde para receber pacientes no pico da epidemia. Por isso as forças de segurança pública de Pernambuco continuam nas ruas: para garantir que todos contribuam para preservar vidas. Agradecemos aos homens e mulheres do Corpo de Bombeiros Militar e das Polícias Científica, Civil e Militar pela dedicação louvável com que vêm protegendo os pernambucanos”, reforça o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antonio de Pádua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pernambuco registra morte de bebê dentro do útero materno infectado pelo coronavírus

Pernambuco registrou, nesta quinta-feira (28), o óbito de um bebê do sexo masculino natimo…