Pernambuco: Passeata reúne mais de 3 mil policiais civis em defesa do reajuste salarial e valorização da categoria

O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (SINPOL-PE), reuniu mais de 3 mil Policiais Civis em uma passeata que saiu da sede do SINPOL até o Palácio do Campo das Princesas, nesta terça-feira (26). Os profissionais da Segurança Pública reivindicam um reajuste salarial e valorização funcional da categoria. Além da pauta de reivindicação, os Policias carregaram cruzes nas mãos que simbolizaram os Policias Civis mortos pela Covid-19 e o aumento dos números de homicídios em Pernambuco.

Uma comissão formada pelo Presidente do SINPOL-PE Rafael Cavalcanti, o Vice-presidente Marçal Sobreira e duas integrantes da diretoria do Sindicato foi recebida no Palácio do Campo das Princesas pelo Secretário Executivo da Casa Civil, Eduardo Figueiredo.

De acordo com Rafael Cavalcanti, o caminho para negociação foi aberto. “Finalmente o governo se dispõe a marcar uma data para iniciarmos a nossa negociação. Está marcado para o dia 11 de novembro um encontro com membros da Secretaria de Defesa Social e Secretaria de Administração para discutirmos nossa pauta ” detalhou Rafael, após sair do Palácio do Governo.

Há mais de cinco meses em Campanha Salarial, o SINPOL-PE tem tentado diálogo com o Governo do Estado visando a valorização profissional e funcional dos Policiais Civis. Sem sucesso nas negociações, no dia 27 de Julho foi lançada a Operação Polícia Cidadã, após uma reunião, marcada com antecedência de mais de dois meses com a Secretaria de Administração, ter sido desmarcada em cima da hora, no momento em que a categoria estava em assembleia reunida, aguardando um posicionamento do Governo do Estado.

Uma primera passeata foi realizada em 19 de agosto, onde foi entregue o PJEs (Programa de Hora Extra da Policia Civil). Uma Assembleia realizada em 27 de julho deu início à Campanha Salarial 2021/2022 dos Policiais Civis.
Ainda de acordo com Rafael Cavalcanti, a Operação Padrão (Polícia Cidadã) continua a pleno vapor, além da manutenção da entrega dos PJES e o aumento da fiscalização das ilegalidades, num estágio de alerta para após dia 11 de novembro, assim que finalizar a reunião com o Governo, uma nova assembleia será realizada com a categoria para deliberar os rumos do movimento. (Sinpol)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pernambuco registra 450 novos casos e seis mortes por Covid-19 nas últimas 24h

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) registrou, nesta quarta-feira (8), s…