Pernambuco: com apenas 17% das crianças com 1ª dose, secretário pede esforço: ‘Não podemos retroceder’

Pouco mais de 200 mil crianças de 5 a 11 anos receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 desde o início da imunização do público infantil em Pernambuco, no último 14 de janeiro. O número corresponde a apenas cerca de 17% do total e, com a cobertura vacinal andando a conta-gotas nessa faixa etária, o secretário estadual de Saúde, André Longo, pediu esforço dos municípios para avançar com a campanha.

“Precisamos adiantar o processo de vacinação nas crianças. Sabemos que há resistência por parte dos pais e responsáveis, mas não podemos retroceder nesse aspecto”, cobrou o secretário, na assembleia extraordinária da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), realizada nessa quinta-feira (10).

Dados mais recentes do Painel de Vacinação da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) indicam que 203.662 crianças receberam a primeira dose em Pernambuco.

Longo cobrou o estímulo à vacinação por parte dos municípios e pelas secretarias municipais de saúde junto às famílias. “Sobretudo, no ambiente das escolas públicas, sendo utilizadas como espaços para a imunização de crianças e adolescentes”, sugeriu.

Estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que há cerca de 1,2 milhão de crianças de 5 a 11 anos no Estado. Desde o primeiro lote recebido, chegaram a Pernambuco um total de 640.380 doses pediátricas – sendo 374.500 da Pfizer e 265.880 da Coronavac/Butantan. Ou seja, há doses para pouco mais da metade das crianças residentes, mas menos de um terço foi aplicado até agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Chuvas deixam ao menos 30 mortos no Grande Recife, diz Defesa Civil

A Defesa Civil de Pernambuco disse, neste sábado (28), que ao menos 30 pessoas já morreram…