Peritos mentem quando dizem que falta segurança em agências, afirma presidente do INSS

0

O presidente do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), Leonardo Rolim, disse que médicos peritos mentem quando afirmam não haver condições de retornar ao trabalho nas agências. Em entrevista à Globonews, Rolim afirmou que a reabertura dos postos do INSS ocorreu a partir de um planejamento que incluiu a compra de equipamentos de proteção individual e coletiva e a implantação de um protocolo de segurança sanitária.

“Não abrimos antes porque chegamos à conclusão de que não estávamos prontos. Quando entendemos que o INSS estava pronto, abrimos. E para tristeza minha e da população como um todo, infelizmente, a associação dos médicos peritos não quis que os peritos voltassem ao trabalho”, disse.

A ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos) divulgou fará vistoria própria nas agências. Em nota divulgada no site da associação, a categoria diz que a perícia só retornará ao trabalho quando as inspeções próprias constatarem regularidade. “Nós detemos o conhecimento técnico”, afirmam.

Fechadas desde março, quando do início da pandemia, agências do INSS começaram a reabrir no dia 14 de setembro para atendimentos agendados. O impasse do instituto com os peritos médicos começou dias antes, quando, após inspeção, a categoria solicitou adequações nas salas de perícia.

A entidade que representa a perícia federal diz que os EPIs (equipamentos de proteção individual) fornecidos pelo INSS são de qualidade ruim, que as agências não têm ventilação e nem segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Passageira de van é presa transportando crack, cocaína e maconha perto da Serra da Santa

Uma denúncia anônima resultou na prisão de uma mulher que seguia numa van que faz linha Pe…