Pai de bebê que era socorrida em carro da PM envolvido em colisão com caminhão presencia acidente

A colisão de um caminhão com o carro da Polícia Militar que fazia o socorro de uma bebê de 13 dias, que estava engasgada, foi presenciado pelo pai da menina, autônomo Bruno Gomes da Silva, de 25 anos. A esposa também estava com os policiais e Bruno seguia logo atrás, com a filha de 3 anos do casal. “Eu vi o impacto todinho, fiquei muito preocupado”, disse.

A colisão aconteceu na Avenida Doutor Cláudio José Gueiros Leite, no bairro do Janga, em Paulista, no Grande Recife, por volta das 3h50 desta quarta-feira (13), e foi flagrada por uma câmera de segurança (veja vídeo abaixo). Com a batida, segundo o pai, a menina, Ágata Isabela, desengasgou.

“Eu corri e quando cheguei lá [no carro da polícia] minha esposa estava desacordada, com a cabeça embaixo do banco do motorista e as pernas para cima. A minha filha, que estava quase morta, tomou ar e começou a chorar. E os policiais estavam desacordados”, disse.

Bruno e a esposa, Patrícia Teixeira da Silva, de 23 anos, moram com duas filhas em um conjunto habitacional próximo ao local onde o acidente aconteceu. O autônomo contou que a caçula engasgou após mamar e que havia tentado desengasgar a menina com auxílio do Corpo de Bombeiros por telefone, sem sucesso.

O casal, então, tentou levar a menina para um hospital privado próximo, mas disseram que o local estava fechado. Segundo Bruno, eles foram em seguida até o núcleo da Polícia Militar do bairro e pediram ajuda para a equipe local.

Os PMs, então, falaram para a esposa e a bebê entrarem no veículo que eles iam levá-las até uma unidade de saúde, recordou o pai da menina.

“Os policiais disseram para segui-los. Eles estavam levando minha esposa e nossa bebê. Eu estava seguindo atrás. Quando chegou na imediação do bar do Milton, na avenida, o caminhão vermelho veio em alta velocidade e bateu”, relatou.

Os dois polícias e a mãe da criança foram encaminhados ao Hospital da Restauração, na área central do Recife. Patrícia chegou à unidade de saúde desorientada e ficou em observação, segundo a assessoria do HR.

De acordo com a Polícia Militar, um dos agentes teve ferimentos na cabeça, nas pernas e braços e outro apenas na cabeça. Segundo o hospital, por volta das 11h30, um dos policiais havia passado por sutura e aguardava transferência para o hospital da PM, enquanto o outro era submetido a uma cirurgia no joelho. Os dois tinham quadro de saúde considerado estável, segundo o HR.

O motorista do caminhão e a bebê não ficaram feridos. Por meio de nota, a Polícia Civil informou que um inquérito foi aberto para apurar o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Concessão da Medalha de Honra ao Mérito Dom Malan será destinada à PRF em Petrolina (PE)

O Superintendente da Polícia Rodoviária Federal em Pernambuco, Antônio Vital de Moraes Jún…