Não é perseguição, mas pra ficar em Petrolina a Compesa precisa colocar mais dinheiro, ressalta Miguel Coelho

0

A Prefeitura de Petrolina já solicitou do Ministério das Cidades o investimento que foi encaminhado a Compesa de R$ 38 milhões, mas que não foi aplicado para encerrar de vez, a celeuma evolvendo a Bacia do Dom Avelar.

O prefeito Miguel Coelho respondeu em entrevista ao Programa Edenevaldo Alves na Petrolina FM, se a companhia ficará ou não gerindo os serviços de água e esgoto do município a partir de 2019 com o resultado da nova licitação.

“A Compesa tinha R$ 38 milhões e não fez nada, ele perdeu o prazo de apresentar o projeto, demos entrada no Ministério das Cidades e a gente quer que a verba caia na conta da prefeitura para executar a obra, nós estamos fazendo uma nova licitação. Se a Compesa ficar em Petrolina, ela que coloque mais dinheiro na licitação e ganhe, mas tem que ser a empresa com maior proposta de investimentos na cidade no período de 20 anos, não estou perseguindo a Compesa, é uma licitação transparente e fica quem colocar mais dinheiro”, ressaltou Miguel Coelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Ajude Fredson