Morador de Petrolina relata que sua esposa foi assediada por motorista de aplicativo: “chamou de cheirosa”

Um morador do bairro Areia Branca, em Petrolina, que não quis ser identificado, relata que sua esposa foi assediada por um motorista de aplicativo.

“Minha esposa chamou o Uber esses dias e ficou apavorada com o tratamento do condutor porque recebeu uma “cantada”. Uma falta de respeito, insistindo pra ela pegar o número do  telefone dele particular, chamando-a de cheirosa, perguntando se era casada. Ela estava tão aflita que desceu do carro antes de chegar em casa, isso foi na última sexta-feira, ela veio da Uneb, em Juazeiro (BA). Preciso que chamar a atenção de alguns condutores, pois isso é grave e alguns são despreparados”, relatou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA) tem 90% dos leitos de UTI para pacientes com Covid-19 ocupados

Juazeiro registrou 60 novos casos da Covid-19 nas últimas 24 horas. A informação está no b…