Ministro da Saúde vê queda de mortes por Covid nas próximas três semanas

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, voltou a dizer, nesta segunda-feira (21), que há um cenário de estabilização de casos de Covid-19 provocados pela variante Ômicron, apesar de a média móvel ainda estar em torno de 800 casos por dia. A expectativa é de que ocorra uma queda no número de mortes nas próximas três semanas, disse o chefe da pasta.

Para manter esse cenário estável, o ministro afirma que é preciso avançar ainda mais na campanha de vacinação, especialmente em relação aos idosos, e focar a dose de reforço para que se tenha maior proteção da população contra a variante Ômicron. Atualmente, 30 milhões de pessoas estão com a dose de reforço atrasada.

“Tenho falado isso todo dia. Enquanto se traz um debate sobre a quarta dose, eu falo que é preciso focar a terceira dose. A importância maior é a dose de reforço. Vamos continuar trabalhando em parceria com estados e municípios para que possamos ampliar a aplicação”, diz Marcelo Queiroga.

De uma maneira geral, a campanha de vacinação vai bem no Brasil, na avaliação de Queiroga. O ministro diz que isso é resultado de uma estrutura muito forte de aplicação de vacina que conta com 38 mil salas de imunização em todo o país.

Sobre o processo que trata da prescrição do chamado kit Covid a pacientes do SUS, Marcelo Queiroga diz que tem um prazo de 30 dias para analisar o documento. Ele vai observar os pontos suscitados pelo então secretário Hélio Angoti e pelos recorrentes para que se tenha “uma posição que satisfaça a todos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Prazo de inscrições para o Enem 2022 termina neste sábado (21)

Termina, às 23h59 (horário de Brasília) deste sábado (21), o prazo de inscrição para o Exa…