Uma leitora entrou em contato este Blog para pedir uma resposta das autoridades municipais sobre as barracas que ficam ao lado do Cemitério Campo das Flores, área central de Petrolina (PE).

No questionamento, a leitora pergunta se é irregular e se o espaço público pode ser utilizado para para fins comerciais. A denunciante ainda enviou um vídeo para o Blog, produzido em janeiro deste ano, onde apresenta a situação do local.

Confira:

“Nós, moradores do centro da cidade de Petrolina, gostaríamos de saber se o município autorizou essa ocupação na Praça do Cemitério Campo das Flores ou é irregular? A Praça nos termos da lei é um bem público, de uso comum do povo. Pode ser usada em favor de uma minoria para fins comerciais? A desordem e sujeiras presentes são lamentáveis! Estão “matando” a praça que faz parte das raízes da cidade! Comunidade de Petrolina e pessoas que têm seus entes queridos sepultados no Cemitério vamos cobrar providencias do gestor municipal para que preserve o centro e a praça”, conclui.

5 Comentários

  1. Edson Coelho

    11 de julho de 2019 em 08:24

    O pior que a noite funciona como ponto de prostituição e venda de droga.

    Responder

  2. Socorro Nunes

    11 de julho de 2019 em 13:29

    Gostaria de solicitar a Prefeitura municipal de Petrolina que postasse aqui a autorização concedida para que as pessoas instalassem boxes na praça do Cemitério. Se não foi autorizado, porque deixa a invasão criar raízes? Município quem matou a árvore algaroba que existia na praça? Ninguém ver nada! Comunicada do centro de Petrolina estão matando a praça e o centro. Vocês não fazer nada? Não merecemos da prefeitura o mesmo tratamento que está dispensando ao restante da cidade? Quanta sujeira, desorganização e demais mazelas que a ocupação está atraindo. Vamos lutar!!!!

    Responder

  3. Jane

    11 de julho de 2019 em 19:17

    Verdade, estão tomando os espaços publicos para fins comerciais.

    Responder

  4. Elane Gomes Henrique

    11 de julho de 2019 em 21:12

    Impressionante a covardia disfarçada de cidadania, a área nao tem sujeira pois é limpa todos os dias, e nao serve apenas a uma pequena minoria, serve as família que trabalham no local, aos motoristas que é o único conforto e sombra que tem pra descansar entre uma viagem e outra e as mais de 100 mil pessoas que embrarca e desembarca todo mês, centenas por dia, minoria sao essas pessoas mesquinhas que enaltecem os mortos enquanto tentam tirar o pão da mesa dos vivos, petrolina inteira é fruto de invasão inclusive as canções dos falsos ricos de petrolina que lucraram com a invasão da nossa cidade, e quanto a prostituição e trafico de drogas o maior ponto é a frente do hotel grande rio e ninguém fala nada, agora os ambulantes viraram o câncer de petrolina, muito me admira a hipocrisia de uma sociedade falida, vendida e medíocre.

    Responder

  5. […] Após matéria publicada neste Blog sobre as barracas que ficam ao lado do Cemitério Campo das Flores, área central de Petrolina (PE), a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação de Petrolina enviou nota para comunicar o posicionamento do município diante da situação. […]

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

“Está todo mundo aqui no ônibus e ele está com o licenciamento vencido”, dispara passageira; veja o vídeo

Um ônibus da empresa Falcão Real, que seguia viagem para Capim Grosso e cidades circunvizi…