Justiça nega recurso do Sport e mantém eleições em dezembro

Uma decisão judicial deferida pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) negou o recurso que solicitava a suspenssão de uma das liminares que determina que as eleições no Sport devem ocorrer nesta sexta-feira (18). O estatuto do clube prevê que as eleições ocorram em dezembro, no entanto, o clube se movimenta para adiar o pleito para uma data após o fim da Série A do Campeonato Brasileiro.

Na última quinta-feira, o clube tinha conseguido suspender a liminar do opositor Nelo Campos. No entanto, a liminar do candidato de oposição Eduardo Carvalho continua válida, o que determina que a data estipulada para a execução do pleito, nesta sexta-feira (18), seja mantida. Entretanto, é provável que as eleições não ocorram hoje devido a não inscrição das chapas concorrentes, que, por causa do adiamento determinado em reunião do Conselho Deliberativo, realizada em 30 de novembro, não foram registradas regularmente.

Entre os cinco pré-candidatos, não há consenso em relação ao adiamento das eleições. Dois se posicionaram contra o adiamento do pleito e entraram com ações judiciais, Eduardo Carvalho e Nelo Campos. Luiz Carlos Belém, Pedro Lacerda e Delmiro Gouvêia são favoráveis ao adiamento.

De acordo com a Comissão Eleitoral do Sport, ao defender o adiamento, o clube segue orientação do Governo do Estado de não realizar eventos com presença de mais de 300 pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE):  boletim apresenta mais 7 novos casos da covid-19  e uma morte neste domingo (24)

O boletim epidemiológico da covid-19 deste domingo, dia 24, registra sete casos novos da d…