Juazeiro (BA): Mutirão de combate ao aedes aegypti acontece neste sábado (14) no bairro Santo Antônio 

A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Saúde (Sesau) vai realizar, neste sábado (14), mais um mutirão de combate ao Aedes Aegypti, o mosquito transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya. Cerca de 80 agentes de endemias estarão circulando pelo bairro Santo Antônio realizando busca ativa de possíveis focos do mosquito, bem como orientando a população sobre como evitar a proliferação dos Aedes.

A concentração da equipe de Endemias será a partir das 8h na Associação dos Aposentados, na Rua 18 B, do bairro Santo Antônio. De lá, os agentes irão circular pelo bairro com vistorias nas residências, bem como nos terrenos baldios. “Pedimos que as pessoas recebam as nossas equipes. Muitas vezes o foco do mosquito está em um local que não imaginamos. A Prefeitura de Juazeiro está fazendo a sua parte e é preciso que a população também reforce esse trabalho e olhe suas casas e qualquer local que possa servir de local para o mosquito se reproduzir”, destacou a coordenadora do Núcleo de Endemias, Núbia Almeida.

Segundo Núbia, é preciso ficar atento aos reservatórios de água destampados ou não vedados adequadamente, vasos de plantas que possuem pratos para conter a água e ralos, por exemplo. “Muitas vezes, a casa tem mais de um banheiro, que fica em desuso. O mosquito vai lá e ali serve como depósito para o foco do Aedes aegypti. Então, verifiquem, coloquem água sanitária nesses ralos para eliminar as larvas. É importante fechar esses ralos também. Vasos de plantas aquáticas também precisam de atenção. É necessário lavar as raízes dessas plantas constantemente e também os vasos”, destacou Núbia.

A Prefeitura de Juazeiro também disponibilizou um número de WhatsApp para receber informações sobre possíveis focos do mosquito Aedes aegypti. O contato do ‘Dengue Zap’ é (74) 9 8827-9832. Ele funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h e recebe apenas mensagens. É preciso informar dados importantes como o endereço completo com nome da rua, bairro e número do imóvel, ponto de referência e um telefone para contato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

América Latina: Primeiro caso de varíola do macaco é confirmado na Argentina

O primeiro caso de varíola do macaco foi confirmado na América Latina na sexta-feira (27).…