Juazeiro: Após MP apontar diretor do Saae por homicídio, prefeito afirma que Joaquim continuará no cargo

O prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim, manifestou, através de nota, apoio ao diretor-presidente do SAAE, Joaquim Medeiros Neto, após a denúncia do Ministério Público envolvendo-o na morte do ex-coordenador da Defesa Civil de Juazeiro, Adalberto Gonzaga.

“Conheço Joaquim, seu comportamento e sua índole. Trata-se de um homem de conduta irretocável, que sempre prezou por atitudes honestas e cidadãs. Creio firmemente que este é mais uma ataque político, vindo de uma pessoa com vasto histórico de agressões e denúncias infundadas, que induziu a promotoria a erro”, disse Paulo.

O prefeito ainda destacou a permanência de Joaquim no cargo: “Ele permanece no SAAE, local onde tem desempenhado um trabalho de excelência. A acusação é carente de fundamentos e não é justo que um homem público seja atacado, sem provas, em sua honra. Ele vai se defender e mostrar, mais uma vez, que algumas pessoas da oposição agem de forma suja e inescrupulosa”.

(ascom)

Fechado para comentários

Veja também

Três motoqueiros se envolvem em acidente em Juazeiro (BA)

Um acidente com três motoqueiros foi registrado na noite deste domingo (7), na Avenida do …