Hospital Dom Malan/IMIP envia nota de esclarecimento sobre paciente com histórico de eclâmpsia e pressão alta

0

Após a denúncia contra o Hospital Dom Malan/IMIP da gestante Suzana Oliveira Holanda, 26 anos, que tem histórico de eclâmpsia e aguarda o parto desde a última quarta-feira (21), quando foi internada na unidade, a assessoria de imprensa enviou a seguinte nota de esclarecimento:

O Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina informa que a paciente Suzana Oliveira de Holanda deu entrada no serviço no dia 21 de agosto. Passou pela triagem às 9h11 e foi internada às 10h47.

A gestante, com 38 semanas e 1 dia na data de admissão, chegou sem dinâmica de trabalho de parto. Apenas com queixa de cefaleia moderada e mal estar.

O parto de Suzana começou a ser induzido nesta quinta-feira (22), após decisão médica, e nesta sexta-feira já está no quarto comprimido de misoprostol.

A paciente está evoluindo bem e não apresentou queixa de dor ou desconforto na avaliação desta manhã.

Os comprimidos de misoprostol são administrados de 6 em 6 horas e, nesse meio tempo, são auscultados os BCFS (batimentos cardíacos fetais) e observado o quadro clínico da paciente.

No momento, não há indicação médica para realização de uma cesariana. Vale ressaltar que todos os partos anteriores da paciente foram normais e que o bebê não pesa 3Kg e 800g como dito no relato e sim 3Kg e 085g.

O parto normal promove uma recuperação mais rápida da paciente; diminui o risco de infecção, de complicações devido à anestesia e de fenômenos tromboembólicos; melhora o funcionamento do intestino; aumenta os níveis de bem-estar; favorece a produção de leite materno; estimula o aumento da produção materna de ocitocina, que promove o vínculo afetivo com o bebê; e o útero volta ao tamanho normal mais rapidamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Veículos colidem no bairro Atrás da Banca em Petrolina

Uma forte colisão entre dois carros foi registrada na tarde desta terça-feira, (15), na Ru…