Governador assina Plano de Descarbonização para tornar Pernambuco ambiente “carbono neutro” até 2050

O governador do Estado, Paulo Câmara, assinou o Plano de Descarbonização de Pernambuco durante a cerimônia de abertura da I Conferência Internacional de Resíduos Sólidos (Cirsol), nesta quarta-feira (16), no Recife. O plano apresenta providências que serão desenvolvidas pelo Estado com a intenção de reduzir as emissões de gases de efeito estufa, além da meta de tornar Pernambuco um local carbono neutro até o ano de 2050.

“A gente tem a satisfação de receber em Pernambuco, no Recife, a Cirsol, que vai discutir a sustentabilidade, a questão climática e todas as intervenções necessárias. Pernambuco e o Brasil têm um compromisso, temos metas de redução e do carbono neutro até 2050. Isso parte de muitas discussões, de planejamentos e processos de curto, médio e longo prazo”, afirmou Paulo Câmara após a assinatura do documento.

De acordo com a superintendente de Sustentabilidade e Clima da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, Samanta Delabela, o Plano de Descarbonização é imprescindível para que o Estado realmente atinja suas metas.

“O plano traz medidas, soluções tecnológicas e ações para serem desenvolvidas para que a gente possa atingir o objetivo. Temos metas numéricas para 2025, 2035 e 2050, para cada medida nós temos um detalhamento de onde queremos chegar”, explicou.

Os quatro principais eixos do Plano são o de Energia e Indústria, Resíduos, Transporte e Agricultura, onde cada um possui desdobramentos em ações, projetos e regulações para acabar com a emissão de carbono.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Chuvas deixam ao menos 30 mortos no Grande Recife, diz Defesa Civil

A Defesa Civil de Pernambuco disse, neste sábado (28), que ao menos 30 pessoas já morreram…