Com cartazes e faixas, familiares e amigos de Élida Márcia de Oliveira Nascimento, assassinada no dia 20 de fevereiro na porta de casa no bairro Alto do Alencar, em Juazeiro (BA) realizaram neste sábado (30) uma manifestação por justiça.

O ato pacífico teve início  às 7h30 no Shopping Águas Center e seguiu até a Prefeitura Municipal terminando com uma oração.

A todo instante foram inúmeros os gritos de basta a violência contra às mulheres e pedidos de respostas sobre Maicon Neves dos Santos, autor dos disparos que mataram a professora. Ele continua foragido.

No dia 10 de março, a polícia prendeu Edivan Constantino de Moraes, acusado de ter ordenando o crime pela morte da professora.

De acordo com a polícia, Élida sofria ameaças de Edvânia Pereira de Morais, filha de Edivan, o mandante do assassinato.

Foi realizada ainda a prisão de Railton Lima da Silva, um dos executores do crime que pilotava a motocicleta usada no homicídio.

Acompanhe no vídeo um trecho do manifestação e imagens abaixo:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

“Tropecei e ele caiu na lagoa”, diz mãe acusada de matar o próprio filho em Juazeiro; veja o vídeo