Falta de espaço físico e condições tornam urgente mudança de local do Mercado do Produtor de Juazeiro (BA)

Não é de hoje que o Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) precisa de um espaço amplo e com estrutura suficiente para atender comerciantes e produtores de todo o país.

Considerado um dos maiores entrepostos comerciais, essa tem sido a opinião da maioria da população local e o assunto se tornou mais forte para essa transferência de local.

Os consumidores e moradores que frequentam e residem nas proximidades alegam um espaço ainda menor para circulação, já que o “Ceasa” abrange dois bairros, Itaberaba e Tancredo Neves, os quais as pessoas presenciam toda a movimentação, até mesmo convivem com a sujeira e desordem no trânsito ficando em determinados momentos impossibilitadas de sair de casa, principalmente nos dias de feira como as terças-feiras e aos sábados.

“Sem falar que quando acumulam os caminhões, desde a porta do mercado, uma longa fila de veículos se forma, em uma via que é da cidade e quem não tem nada a ver com a situação de abastecimento, não consegue passar”, desabafou um leitor.

A falta de espaço físico, em função da localização, que culmina com falta de condições de funcionamento e comercialização dos produtos, inclusive no aspecto sanitário são a preocupação de milhares de comerciantes que pedem com urgência uma solução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Levantamento do TCE mostra falta de transparência na vacinação da covid-19 em Pernambuco

O Tribunal de Contas realizou um levantamento para saber como anda a transparência da vaci…