Facape isenta a taxa de inscrição no vestibular e o ingresso será pela nota do Enem

0

 A  Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (FACAPE) está com as inscrições abertas para o Vestibular 2020.2. O ingresso será  via Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), e com isenção de taxa de inscrição. Serão aceitas as notas das edições de 2012 a 2019 do Enem.

A instituição de ensino oferece 740 vagas neste vestibular  distribuídas para os cursos de Administração, Ciência da Computação, Ciências Contábeis, Direito, Economia, Superior de Tecnologia em Comércio Exterior, Superior Tecnológico em Gestão da Tecnologia da Informação e Serviço Social. Entre as vagas, 17 são reservadas aos candidatos  com deficiência.

O candidato precisa ter nota mínima de 300 pontos na prova objetiva e não pode ter zerado a redação para poder concorrer. A Facape também oferece mais 62 vagas para os candidatos bolsistas, distribuídas nas categorias de Escola Pública, Dependente ou Servidor da Prefeitura Municipal de Petrolina e Dependente ou Servidor da Facape.

‘’É uma forma de estimular aqueles estudantes que querem prestar o vestibular na Facape e estão enfrentando alguma dificuldade por conta da pandemia do novo coronavírus. A instituição está contribuindo nesse momento, isentando a taxa, e evitando o vestibular presencial, adotando a nota do Enem, recebendo os portadores de diploma, como também os transferidos de outras faculdades”, explica o coordenador de vestibular, Moacyr Moraes.

Segundo o edital, o resultado preliminar da seletiva será divulgado no dia 29 de junho, e os recursos serão recebidos no dia 30. O resultado final será liberado no dia 2 de julho e as matrículas serão realizadas de 6 a 10 de julho. A segunda chamada será divulgada no dia 13 seguinte.

Para mais informações acesse aqui

(Assessoria de Comunicação da Facape)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Trabalhadora exige faixa de pedestre na Av. das Nações: “Estou arriscando minha vida”

Uma leitora relata o sofrimento enfrentado diariamente devido a ausência de faixa de pedes…