Estatísticas apontam alto risco de contágio do coronavírus em Petrolina (PE), diz cientista

0

Ao contrário do que diz o Governo de Pernambuco nos últimos dias, estudos do Instituto Para Redução de Risco e Desastres de Pernambuco alertam para alto risco de contágio do novo coronavírus em Petrolina (PE).

“Os cenários apontados pelos dados fornecidos pela Secretaria de Saúde do Estado e pela Secretaria de Vigilância do Ministério da Saúde nos mostram um cenário bastante crítico em Pernambuco, e em relação à Petrolina observamos que o município piorou na última semana, e agora, o gráfico de risco calculado para Petrolina está apontado para a direção máxima de risco, ou seja, estamos caminhando para um cenário de alto risco, antes, Petrolina estava em risco moderado. Isso é muito ruim e sugere que medidas rígidas sejam adotadas imediatamente”, disse o Cientista Jones Albuquerque do IRRD, em entrevista ao Programa Viva Bem da Petrolina FM nesta terça-feira (16).

O Governo de Pernambuco, apresenta uma das menores taxas de contágio do Brasil. A afirmação é baseada em estudos do grupo Covid-19 Analytics, formado por pesquisadores de diversas áreas da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro, além de instituições parceiras, que diz que o Estado já está há 19 dias com a taxa de contágio abaixo de 1, o que mostra uma tendência de estabilização nos casos da doença.

Contudo, além do número de casos, Pernambuco enfrenta problemas relacionados à testagem. Quando não é a falta de testes é a demora na divulgação dos resultados. Sobre isso, o Cientista Jones Albuquerque trouxe à tona a informação que em Petrolina, onde já foram realizados mais de 9 mil testes, o número de testagens ainda é insuficiente, já que, o que mais se aproxima do ideal seria uma testagem de pelo menos 15,5% da população.

“A conta ideal seria 100% da população, mas isso é utópico, no entanto, países que testaram bem testaram 15.5% da população. Petrolina tem aproximadamente 350mil pessoas, então deveríamos ter testado já 50.000 pessoas”, ressaltou.  (Do Programa e Inatagrem Viva Bem).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Escolas de Pernambuco preparam-se para volta às aulas presenciais

Restando menos de 15 dias para o retorno das aulas presenciais para os alunos do ensino mé…