Em Pernambuco, eventos poderão ser obrigados a divulgar campanha sobre violência contra a mulher

0

A Comissão de Saúde da Alepe aprovou o projeto de lei de autoria da deputada Fabíola Cabral (PP) que obriga a exibição de propagandas e campanhas de enfrentamento à violência contra a mulher em eventos contratados ou apoiados pela administração pública estadual. As mensagens deverão mencionar a Lei Maria da Penha, o Disque-Denúncia da Central de Atendimento à Mulher (180) e informações sobre a Rede de Atendimento à Mulher Vítima de Violência no Estado.

Presidente do colegiado, a deputada Roberta Arraes (PP) destacou a importância do projeto que foi aprovado na última quarta (16). “Diante do que nós vivemos hoje, não só no Brasil, mas no mundo, com estatísticas gritantes, Pernambuco tem partido na frente”, pontuou. “É importante que, nos eventos do Estado, a gente forneça essas informações para as mulheres.”

O grupo parlamentar aprovou, ainda, outros seis projetos. Entre eles, está o PL nº 533/2019, de autoria do deputado Romero Sales Filho (PTB), que inclui cigarros eletrônicos e equipamentos assemelhados no rol de proibições estabelecidas em norma que regulamenta o uso e o consumo de produtos fumígenos em Pernambuco. (Alepe)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Polícia recebe denúncia e consegue prender suspeito de tráfico de drogas no bairro João de Deus

A polícia prendeu um homem suspeito de tráfico e drogas no bairro João de Deus em Petrolin…