Eficácia de todas as vacinas em uso no Brasil superam testes clínicos, diz Fiocruz

Primeiro boletim do projeto Vigivac, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), indica que as quatro vacinas contra Covid-19 em uso no Brasil “têm demonstrado efetividade em proteger a população”.

As taxas de eficácia dos imunizantes, inclusive, chegam a superar as encontradas nos testes clínicos realizados com voluntários.

Os dados levantados pelo boletim compreendem os 150 milhões de brasileiros que receberam doses das vacinas autorizadas para uso no País até outubro: AstraZeneca, CoronaVac, Pfizer e Janssen.

Especialistas reiteram que a desaceleração da pandemia no Brasil é fruto do avanço da vacinação contra o coronavírus. A média móvel de mortes no País, por exemplo, está em queda: dados do consórcio de imprensa mostram 151 mortes diárias, número que no pico chegou a ser de mais de 3 mil, em média.

Segundo o boletim, a proteção encontrada variou entre 83% e 99% para todas as vacinas e faixas etárias. A imunização contra formas graves ficou em 98% para a vacina da Pfizer; 97% para a AstraZeneca; e 89% para a CoronaVac – dados da Janssen não foram divulgados.

“Foi uma boa surpresa para nós que, na vida real, os números foram melhores que no período de testes. Uma taxa maior na vida real acontece algumas vezes. Felizmente isso ocorreu na Covid-19, o que mostra que as vacinas funcionam e conferem proteção quase por igual, com uma pequena diferença entre elas”, disse ao UOL o pesquisador na área de imunologia da Fiocruz Bahia, Manoel Barral-Netto.

A Fiocruz analisou dados de infecções sintomáticas, internações hospitalares e óbitos por Covid-19 no País até outubro. O estudo também conclui que para a população abaixo de 60 anos, todas as vacinas apresentam proteção acima de 85% contra risco de hospitalização e acima de 89% para risco de óbito.

Estudos publicados pelos fabricantes indicavam as seguintes taxas de proteção: Pfizer (95%); AstraZeneca (70%); CoronaVac (50,38% de eficácia global; 78% em casos leves; 100% em casos graves e moderados); Janssen (66,9%).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Leitor exige que Compesa faça manutenção asfáltica na Avenida Nordeste, entre José e Maria e Loteamento Dona Alexandrina

Um leitor encaminhou uma denúncia para o Blog Edenevaldo Alves nesta terça-feira (18), par…