Divisas de Pernambuco com Alagoas e Paraíba influenciam no contágio da Covid-19

As cidades de Alagoas e Paraíba que fazem divisa com municípios pernambucanos podem estar influenciando no aumento dos casos de Covid-19 em nosso Estado. A hipótese foi levantada pelo secretário estadual de Saúde, André Longo, durante coletiva de imprensa transmitida pela internet, nesta quinta-feira (11). Segundo o boletim epidemiológico mais recente, pelo segundo dia consecutivo com alta nos dados, Pernambuco registrou mais 1.059 casos e 102 mortes pela doença, totalizando 42.994 e 3.633, respectivamente.

“Pernambuco tem uma taxa de transmissibilidade abaixo de 1, mas esse não é o contexto de Alagoas que tem um certo descontrole da doença e está próximo da Mata Sul. Na Mata Norte, na região de Goiana e Itambé faz divisa com a Paraíba, que tem taxa de transmissão maior do que 1. São preocupantes as fronteiras desses dois Estados, que certamente podem trazer problemas para essas duas regiões daqui”, disse Longo, acrescentando que a taxa de contágio pelo coronavírus em Pernambuco tem variado entre 0.7 e 0.9.

Para o gestor, as 85 cidades que não avançaram no controle da pandemia precisarão de um esforço maior. “De maneira geral os dados da doença apontam para uma queda no número de casos e óbitos, mas nessas regiões isso não vem se apresentando da mesma forma. Semanas pós semana tem aumentado o número de pacientes que precisam de terapia intensiva”, falou. Para evitar um colapso na rede de saúde no interior do Estado, o secretário falou sobre a abertura de novos leitos, incluindo UTIs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA) registra três óbitos e 59 novos casos da Covid-19 nesta terça (11)

De acordo com o levantamento, 14.011 moradores foram infectados desde o início da pandemia…