Deputados aprovam fornecimento gratuito de EPI a médicos, coveiros e policiais

A Câmara de Deputados aprovou nesta quarta-feira (29) projeto que determina fornecimento gratuito de EPI (equipamento de proteção individual) a médicos, psicólogos, policiais, bombeiros e coveiros.

O texto, relatado pelo deputado federal Hiran Gonçalves (PP-RR), foi aprovado em votação simbólica.

O projeto estabelece que, durante a emergência provocada pelo novo coronavírus, o Poder Público e as empresas deverão adotar medidas para preservar a saúde dos profissionais considerados essenciais ao controle da pandemia.

Segundo a proposta, a lista de profissionais essenciais será composta por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, assistentes sociais, policiais, bombeiros, agentes de fiscalização e de saúde, agentes de combate às endemias e técnicos de enfermagem.

A relação inclui biólogos, coveiros e trabalhadores de funerárias, profissionais de limpeza, farmacêuticos, cirurgiões-dentistas, motoristas de ambulância e guardas municipais.

Também abrange outros profissionais que trabalhem em unidades de saúde durante o isolamento social e que tenham contato com pessoas ou com materiais que ofereçam risco de contaminação.

O texto determina que o Poder Público e empresas terão que fornecer, gratuitamente, os EPIs recomendados pela Anvisa (agência nacional de vigilância sanitária) a esses profissionais e também aos que tiverem contato direto com portadores de coronavírus.

Além disso, profissionais de saúde que estiverem em contato direto com portadores da doença terão prioridade para fazer testes de diagnóstico. (Folha PE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Agência do Banco do Brasil do shopping Águas Center em Juazeiro (BA) encerra atividades e será desativada nesta segunda (19)

Depois de anos em funcionamento, a população de Juazeiro (BA) vem demonstrando revolta e i…