Deputado Federal Pastor Eurico pede mandado de segurança suspendendo quarentena em Pernambuco

O deputado federal Pastor Eurico (Patriota) entrou no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) com um pedido de mandado de segurança para impedir a quarentena nas cidades onde ela foi decretada no Estado. O pedido foi feito na última terça-feira (19) e chegou ao gabinete do desembargador Demócrito Ramos Reinaldo Filho na última quarta (20).

Caso seja deferido, o mandado suspenderá as medidas de isolamento rigoroso nas cidades do Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, São Lourenço da Mata e Camaragibe. Pastor Eurico publicou um vídeo no YouTube com justificativas para o pedido. Ele se indignou com o fato de que, mesmo sendo deputado, a medida também seria válida para ele. “Eu com um mandato, eleito pelo povo? Isso é abuso de poder”, reclamou o parlamentar. Eurico, 57 anos, foi o primeiro deputado pernambucano a ter contraído Covid-19, mas se recuperou da doença.

O pedido do parlamentar é similar ao da deputada estadual Clarissa Tércio (PSC), que entrou com um pedido de habeas corpus coletivo contra o decreto estadual. O pedido foi negado pelo Ministro Rogério Schietti Cruz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), na última quarta-feira.

Na decisão contrária ao pedido de Clarissa, Schietti afirmou que “deputada estadual não tem legitimidade ativa para representar os interesse coletivos dos pacientes”.“Não bastasse a inviabilidade jurídica da pretensão ora refutada, a iniciativa da impetrante parece ignorar o que acontece, atualmente, em nosso país”, disse o jurista, em outro trecho do texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coronavírus: Jovens na UTI já são maioria e necessidade de ventilação mecânica bate recorde

Pela primeira vez desde o início da pandemia da Covid-19, as internações em UTI (Unidade d…