Cenário que se repete: Beneficiários do auxílio emergencial voltam a denunciar venda de vagas na fila da Caixa Econômica, em Petrolina

Não é de hoje que os beneficiários do auxílio emergencial denunciam a venda de vaga na fila da agência da Caixa Econômica Federal que fica ao lado  da Praça Dom Malan, no centro de Petrolina (PE).

A prática ilícita acontece desde 2020, sempre no período da manhã. As pessoas que praticam a extorsão marcam as vagas com pedras,  marmitas vazias, garrafas e outros objetos e vendem o lugar por pelo menos R$ 30,00.
Quando os beneficiários chegam, bem cedinho,  ainda assim tem escolher entre ir para o final da fila de “pedras” ou são obrigados a comprar uma vaga  na frente para não esperar tanto. Diante da situação, as vítimas voltam a cobrar intervenção da segurança privada ou pública para coibir a ação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Fortaleza (CE): Dois policiais rodoviários federais são mortos a tiros em viaduto na BR-116

Na manhã desta quarta-feira (18), dois agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF-CE) fora…