Caso Beatriz: Acusado de matar menina é transferido para presídio de Igarassu

O homem acusado  de matar Beatriz Angélica Mota dentro do Colégio Nossa Auxiliadora, em Petrolina (PE), foi transferido  na quinta-feira (13), para uma cela  do presídio de Igarassu, no Grande Recife.

Marcelo da Silva, de 40 anos,  já estava preso desde 2017 no presídio de Salgueiro (PE), onde cumpria pena por estupro de vulnerável, ameaça e cárcere privado.

O apenado foi levado para o  Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel),  em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife,  e por volta das 15h do mesmo dia foi  transferido para um “cela disciplina” do presídio de Igarassu, onde encontra-se sob vigilância de dois agentes do Grupo de Operações e Segurança.

De acordo com a Secretaria de Defesa Social, Marcelo foi identificado  pela Polícia Científica de Pernambuco através do DNA encontrado na faca usada no  assassinato.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Anvisa libera venda de autotestes de covid-19 em farmácias

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu nesta sexta-feira, 28, liberar…