Candidatos à presidência da OAB Petrolina pela chapa “Advocacia Mais Unida” apresentam propostas

Os candidatos à presidência e a vice-presidência da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Petrolina (PE), Marcílio Rubens e Juliana Santana, respectivamente, participaram de uma entrevista no Programa Edenevaldo Alves  nesta quarta-feira (10), e compartilharam propostas, visões sobre o exercício da advocacia local  e a  expectativa  para  assumir o  triênio  nos anos 2022-2024.

Os postulantes que integram a chapa de situação “Advocacia mais Unida”,  afirmam que têm certeza do reconhecimento do  bom trabalho que a OAB vem realizando, e que neste momento estão pra discutir a gestão e  não  campanha.

“O nosso resultado não foi construído  agora, durante o período de campanha, ano eleitoral. Ele foi construído ao longo dos últimos seis anos na gestão do Dr. Alexandre e Dra. Ingrid Almeida,  e pelo  trabalho feito por toda diretoria, conselho, pelos presidentes, OAB de Petrolina a qual nos dá o respaldo para a continuidade desse trabalho”, afirmou Dr. Marcílio, acrescentando que  as  propostas da chapa são vertidas para a melhoria do que foi feito até agora e engrandecimento da advocacia.

Juliana reforça que o projeto não é “continuísmo” e, sim, ações de melhoria e ampliação dos serviços. A candidata exemplifica a  proposta  de  valorização à mulher advogada.

“Nós já temos um serviço prestado à essas mulheres  que sofrem violência doméstica, como acompanhamento jurídico, psicológico, de hospedagem quando há necessidade. E agora, dentro da proposta de valorização, propor uma campanha de fiscalização , de conscientização de combate ao assédio moral e sexual que as mulheres advogadas sofrem ainda no âmbito do poder judiciário, nos  escritórios de advocacia. Nós reconhecemos o trabalho que foi feito,  e ampliamos dando mais abrangências às ações”, assegurou.

A chapa Advocacia mais Unida também citou as mudanças das necessidades da advocacia local pós-pandemia, e  destacou a  importância da adequação à nova realidade. “Nós temos mudanças nos canais de comunicação, nas necessidades da advocacia, assim como temos mudanças nas necessidades do público atendido  e da forma que é entregue o trabalho da advocacia ao jurisdicional. Em razão disso tudo, reanalizando toda essa situação e necessidade dessas pessoas é que nós buscamos inovar, trazendo projetos que construam mais e façam ainda melhor do que já foi feito”, disse.

 O número da chapa  Advocacia mais Unida é o 218 e a eleição será no próximo dia 16 de novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

 Familia  confirma que corpo encontrado em Lagoa Grande (PE) é de caminhoneiro que estava desaparecido

A família do caminhoneiro Vinicius Arruda de Oliveira, que estava desaparecido desde a últ…