Candidatos a prefeito de Petrolina (PE) repercutem decisão do TRE de proibir atos de rua

A decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) em proibir atos presenciais relacionados à campanha Eleitoral 2020 não chegou a dividir opiniões entre os candidatos de Petrolina. A reportegem recolheu o posicionamento de prefeituráveis que, em sua maioria, se mostraram favoráveis à determinação, que passou a valer na noite de quinta-feira (29).

Odacy Amorim (PT) suspendeu eventos de rua, assim como Miguel Coelho. O candidato Gabriel Meneses (PSL) já não estava realizando atos de campanha de rua.

Dr. Marcos Ortopedista permanecerá visitando alguns locais, mas sem aglomerações. Julio Lossio Filho (PSD) ainda não se manifestou sobre a decisão do TRE-PE.

Vale lembrar que a proibição está atrelada a atos causadores de aglomeração, ainda que em espaços abertos, semi-abertos ou no formato drive-in, tais como: comícios; bandeiraços, passeatas, caminhadas, carreatas e similares; e confraternizações ou eventos presenciais, inclusive os de arrecadação de recursos de campanha, ainda que no formato drive-thru.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Variante Delta da Covid-19 obriga aumento das restrições

Na China, o primeiro país a conter a pandemia em 2020, um novo surto ameaça a política de …