Bebê de 11 meses com doença respiratória grave morre em hospital no Recife

Um bebê de 11 meses morreu, na segunda-feira (23), no Hospital Barão de Lucena (HBL), no bairro da Iputinga, Zona Oeste do Recife. Ele havia sido admitido na unidade de saúde, no último sábado (21), com diagnóstico de bronquiolite viral aguda, anemia e pneumonia.

No sábado, detalha a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), o bebê foi internado na emergência pediátrica do HBL após ser transferido da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Curado, também Zona Oeste da capital pernambucana, com quadro de insuficiência respiratória.

Na emergência do Barão de Lucena, o bebê foi intubado e colocado em ventilação mecânica. Segundo a SES-PE, o paciente estava com acesso venoso central, por onde recebia os medicamentos necessários para o tratamento.

Ainda de acordo com a secretaria estadual, na segunda, o bebê de 11 meses apresentou bradicardia, quadro de ritmo cardíaco abaixo do normal. Ele teve parada cardíaca e não respondeu com sucesso às manobras de reanimação, vindo a óbito.

A SES-PE também informou que o bebê era prematuro de 28 semanas e passou três meses internado em UTI neonatal.

Dados apresentados pela SES-PE, na última quarta-feira (18), destacam que em crianças menores, de até dois anos de idade, a mesma faixa etária do bebê que morreu no Barão de Lucena, predomina o vírus sincicial respiratório (VSR), que corresponde a mais de 40% dos quadros.

Nas crianças maiores, o rinovírus humano (HRV) corresponde a 20% dos casos na faixa etária entre 3 e 5 anos e 66% nas crianças entre 6 e 9 anos.

A pasta não informou se o bebê passou por algum teste clínico para identificar o agente infeccioso que causou seu quadro clínico.

A morte do bebê no HBL ocorre em meio à crise da superlotação e extensa fila de espera por leitos nas redes pública e privada de Pernambuco diante do grande aumento das doenças respiratórias entre bebês e crianças. (Folha PE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Plantio de mudas dá início a projeto para recuperação da nascente do Munduri em Jaguarari (BA)

O plantio de mil mudas de árvores nativas da Caatinga, marcou no último sábado (02), no mu…