Ato de vandalismo é registrado em rotatória de Juazeiro (BA)

A cidade de Juazeiro amanheceu nesta terça-feira (14), com a denúncia de mais um ato de vandalismo. Em imagens veiculadas na internet, uma senhora é flagrada furtando uma planta da rotatória em frente ao Batalhão de Polícia Militar, nas proximidades do Mercado do Produtor. A gestão municipal repudia o ocorrido e pede à população o cuidado com os espaços públicos.

Diversas obras e serviços têm sido realizados em todo o município. Ações que trazem benefícios à população em infraestrutura, através de espaços e equipamentos públicos. A proteção e guarda do patrimônio público tem sido uma prioridade e buscam tentar evitar, cada vez mais, os crimes de vandalismo. Mas ainda são recorrentes os registros de furtos e roubos em uma clara agressão à população e aos cofres municipais.

Recentemente, um levantamento realizado pela Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (Sedur) e a Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) identificou diversos tipos de crimes contra o patrimônio, como, por exemplo, na orla da cidade, Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Escolas. E agora plantas nativas colocadas em rotatórias, como parte do projeto de requalificação e paisagismo, também estão sendo furtadas.

Prejuízo

Com esse tipo de vandalismo, todo o investimento financeiro e de trabalho depositados nesses espaços são impactados negativamente nos cofres públicos e no bem-estar da população. Por isso a Prefeitura de Juazeiro alerta para a gravidade destas ações contra o patrimônio e pede que a população denuncie tais atos.

Denúncia

O crime de vandalismo está previsto no artigo 163, parágrafo único, inciso III, do Código Penal Brasileiro, o autor do delito fica sujeito à prisão e multa, por danos ao patrimônio público. Caso a população presencie alguma ação suspeita, a orientação é denunciar junto à Guarda Civil Municipal pelos números 153 e (74) 3611.9880 ou à Polícia Militar no 190.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Shows poderão ter 2.500 pessoas, mas a dança segue proibida; é permitido ficar de pé usando máscara

Desde o início de setembro, o governo do estado começou a liberar “eventos-testeR…